quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Assim é o meu céu (parte 1):

De acordo com os capítulos 21 e 22 do livro de Apocalipse, o céu ou Nova Jerusalém não possui templo e nem necessita de sol, pois é iluminado pela glória de Deus. É um lugar onde se pode ver uma praça, um rio e a árvore da vida. Quem tiver a oportunidade de entrar nesse céu vai enxergar a face de Deus e lá vai morar para sempre.
No website www.priberam.pt são variadas as definições de céu. Cosmos, firmamento, infinito, clima, morada de Deus, estado de felicidade e teto.  
 Para algumas pessoas, a descrição da Bíblia é cheia de simbologias e fábulas. Para outras, como o autônomo Fábio Gomes Almeida de Jesus o céu é um lugar semelhante ao registrado em Apocalipse, “cheio de paz, sem doença, sem briga, sem contenda. Eu imagino uma fazenda muito grande, toda iluminada pela glória de Deus, uma luz sem sombra”. Fábio não tem ideia de como vai ocupar o tempo livre no céu, mas arrisca um palpite “só Deus sabe o que eu farei lá, pelo que conheço um pouco da Bíblia é só louvar o Senhor Santos dos Santos e agradecer a louvar a Deus”, aposta.  
E você, gostaria de descrever o céu? Como é o seu céu? Envie um texto para o e-mail osvaldojunior76@hotmail.com. Ligue ou mande torpedo para os telefones (71) 8841-1117/ (71) 8835-4208 ou (71) 9129-4942.