domingo, 24 de agosto de 2014

Entrevista com Sônia Mota (final)


Foto: Osvaldo Jr
Osvaldo Jr: - Deixe uma mensagem otimista para que as pessoas desestimuladas consigam reativar o hábito da oração.

 SM: "- O grito de dor é a oraçäo mais autêntica e honesta, pois não dissimula. É também a mais simples, pois não necessita de palavras sofisticadas e aprendidas. Com isso quero dizer que cada pessoa tem condições de orar. Na dor, angústia ou necessidade precisamos de alguém que nos possa ouvir, em quem possamos confiar, onde possamos descarregar todo o nosso fardo. Imagine um amigo invisível que está a seu lado e diga-lhe tudo. Para algumas pessoas, a oração no grupo maior da comunidade pode ser também estímulo para a oração individual. Há pesquisas que dizem que quem costuma orar geralmente vive menos tenso e menos preocupado, ou seja, com mais saúde."