sábado, 29 de novembro de 2014

Opinião: “Um dia sem Deus” - parte 2

https://twitter.com/revistamuito

“O jogador de futebol faz um gol e agradece a Ele. Deus é torcida. O time adversário empata e o outro jogador aponta um dedo para o céu: “obrigado, Senhor!”. Deus é volúvel. No vidro traseiro do carro está escrito em letras garrafais: “Foi Deus que me deu”. Deus é (pa)pai. Num cartaz de metrô, divulga-se um novo aplicativo para smartphone: está sem tempo? Basta fazer o upload do seu pedido e outras pessoas rezam por você. Deus está online. Claro, o aplicativo aceita pagamento por cartão de crédito. Deus é capitalista.
Se somente por um dia pudéssemos todos esquecer a palavra Deus e dar às coisas o nome que elas verdadeiramente têm, talvez evitássemos que o Mistério, a interrogação primeira e última, a mais poderosa ilusão humana, se reduzisse a uma projeção coletiva banal e cruel. Porque, com certeza, se existir, Deus é mais. 
Texto extraído da seção Cotidiano, Revista Muito A Tarde, edição 135, de 12/10/14. Por Moema Franca (moema.franca@gmail.com).

domingo, 23 de novembro de 2014

IEAB terá novo Lecionário em 2015

       "Tenho a imensa satisfação de anunciar que neste tempo de começo litúrgico de um novo ano, a IEAB passa a usar o Lecionário Comum Revisado. A Comissão Provincial de Liturgia (*) está ultimando as revisões dos ofícios que estarão contidos no novo LOC brasileiro, programado para ser lançado..." LEIA MAIS

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Aniversariantes de novembro


JOÃO - 13
JOSAFÁ - 17
LUCAS - 19
BETTY - 26

http://www.frasescurtas.com.br/2013/04/frases-mensagens-feliz-aniversario.html

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Opinião: “Um dia sem Deus” - parte 1

https://twitter.com/revistamuito

“O senso comum diz que religião não se discute, mas a julgar pelas últimas semanas – últimos tempos, melhor dizendo, para ser mais exata, sendo mais vaga – parece que não se fala de outra coisa. Mesmo para aqueles que não creem, é difícil negar que Deus seja (ou pelo menos esteja) onipresente. Na arquitetura das cidades despontam templos novíssimos cada vez maiores e mais extravagantes, dentro dos quais se aprisionam os políticos mais poderosos de um Estado laico. Deus é ostentação. Crucifixos e bíblias ocupam paredes e púlpitos dos tribunais e câmaras, no lugar sagrado que deveria se reservar à Constituição brasileira. Deus é lei.
          Redes de TV exibem ininterruptamente programas religiosos que, sempre em nome de Deus, não cessam de gritar pelo demônio, eleger e perseguir inimigos. Deus é fúria. A revista de moda dá dicas de como se vestir para ir ao templo. Deus é fashion. Um suposto líder religioso afirma que assassinatos e acidentes fatais de figuras públicas foram o resultado de afrontas a Ele. Deus é vingança. Na banca de rua onde se vende uma iguaria da cultura afro-baiana, anuncia-se: “Acarajé de Jesus”. Deus é fraude. No caminho para o aeroporto, pregado numa árvore, um cartaz lembra, ameaçador: “Só Jesus salva”. Deus é exclusividade.”
          Texto extraído da seção Cotidiano, Revista Muito A Tarde, edição 135, de 12/10/14. Por Moema Franca (moema.franca@gmail.com). 

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Dica cultural: cinebiografia sobre Irmã Dulce estreia na capital baiana

Atrizes Regina Braga e Bianca Comparato.
Foto:
 http://gshow.globo.com/programas/programa-do-jo/O-Programa/noticia/2014/10/bianca-comparato-e-regina-braga-fazem-parceria-no-filme-irma-dulce.html
      
     CLIQUE AQUI e confira onde está sendo exibido "Irmã Dulce", filme de Anna Muylaert, com direção de Vicente Amorim. 

Entrevista com Calvani - parte 2

O que você sonha em realizar pessoalmente e profissionalmente?


Foto: http://noticias.gospelmais.com.br/carlos-calvani-teremos-anjos-arcanjos-33581.html
         
          "Pessoalmente, eu creio que nós todos precisamos ter uma certa estabilidade na vida, para que a gente tenha a segurança suficiente para poder investir o nosso tempo naquilo que nós acreditamos. E acredito muito no Evangelho do modo como a Igreja Anglicana coloca e hoje, creio que o nosso sonho no momento é que a vida profissional em Aracaju nos ofereça uma possibilidade da gente ter um núcleo para contribuir, futuramente, para uma Comunidade Episcopal Anglicana em Sergipe".  

sábado, 8 de novembro de 2014

Campanha Novembro Azul estimula prevenção do câncer prostático

Urologista Sheldon Menezes. Foto de Joá Souza.
    
       "O Outubro Rosa ainda não finalizou as ações em prol da prevenção do câncer de mama, mas parte dos profissionais  de saúde já se prepara para as atividades do Novembro Azul.
       A campanha - também conhecida na Bahia como Novembro Roxo  - visa conscientizar a população masculina sobre a importância da prevenção e detecção precoce do câncer de próstata.
Segundo o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca)..." - CLIQUE AQUI para ler a notícia na íntegra e acompanhar a programação do Novembro Azul em Salvador (BA). 

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Entrevista com Calvani - parte 1

Foto: http://noticias.gospelmais.com.br/carlos-calvani-teremos-anjos-arcanjos-33581.html

       O Reverendo e professor Carlos Eduardo Brandão Calvani possui 21 anos de anglicanismo. Ao longo desse tempo, ele fez desabafos polêmicos, publicou livros, escreveu artigos e já narrou as dificuldades de inaugurar uma comunidade em Campo Grande (MS). Atualmente, ele faz parte da Diocese Anglicana do Recife (PE) por conta da mudança para a capital sergipana. Acompanhe trechos de uma entrevista concedida ao repórter Osvaldo Junior durante um retiro espiritual promovido pela Paróquia Anglicana do Bom Pastor, na cidade de Alagoinhas (Ba), onde Calvani coordenou a encontro.
       - Sua mudança para Aracaju significa o nascimento de uma nova comunidade anglicana na região?
       - “Olha, eu fui para Aracaju não por um projeto diretamente ligado a Igreja, mas é um projeto pessoal e profissional na Universidade, porém para mim sempre foi muito claro algo que se chama vocação. Então, se houve uma oportunidade na minha vida, se Deus me deu uma oportunidade de ter um serviço estável, eu quero usufruir dessa oportunidade e fazer com que ela seja propícia para aflorar a minha vocação. Eu sempre tive vocação religiosa para atrair pessoas ao caminho do Evangelho tal como nós entendemos. Eu não tenho propriamente no momento um projeto, uma intenção, um desejo muito grande de que, através da nossa família e não através de mim, mas da nossa família, Ingrit e eu, a gente consiga agregar um grupo que compreenda a proposta do Evangelho na linha do Anglicanismo.”