sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Boletim Paroquial 146

     "... é preciso tomar ao pé da letra a ideia de Walter Benjamin, segundo o qual o capitalismo é, realmente, uma religião, e a mais feroz, implacável e irracional religião que jamais existiu, porque não conhece nem redenção nem trégua. Ela celebra um culto ininterrupto cuja liturgia é o trabalho e cujo objeto é o dinheiro. Deus não morreu, ele se tornou Dinheiro. O Banco – com os seus cinzentos funcionários e especialistas – assumiu o lugar da Igreja e dos seus padres e, governando o crédito (até mesmo o crédito dos Estados, que docilmente abdicaram de sua soberania), manipula e gere a fé – a escassa, incerta confiança – que o nosso tempo ainda traz consigo”, afirma o filósofo italiano Giorgio Agamben.
     Estamos próximos do Natal, época onde se costuma pensar sobre diversas questões, como projetos, consumismo, fome, desejos, desemprego, família, e outras. Esperamos que o seu coração seja uma manjedoura, disponível para receber o Cristo todos os dias. No próximo dia 7, segundo domingo do Advento, às 9 e 45 da manhã, haverá celebração na Paróquia, e você, família e amigos são nossos convidados. Durante a missa acontece a Santa Ceia e ao final, o almoço comunitário.

     A reforma do templo continua e deve ser concluída este mês. “Falta a colocação dos vidros coloridos na porta e no basculante lateral próximo ao altar, bem como dar solução estética para o teto e para o portão menor que dá para o beco, no antigo jardim de inverno. E tem que pintar as paredes acima do revestimento”, explica o Reverendo Josafá Batista dos Santos. Ele acrescenta que existe uma fragilidade no reboco da garagem, além da necessidade de troca das grades na entrada da igreja, porque elas estão apresentando ferrugem.

Foto: Bianca Daébs

     A obra vai facilitar o acesso de pessoas com dificuldade de locomoção. Para isso já existe uma rampa entre a garagem e o salão, além do sanitário principal que está passando por adaptações. Josafá reforça o apelo para que a obra termine antes do Natal. “Carecemos da ajuda de todos. Participe, depositando qualquer quantia no Banco do Brasil, agência 2968-8, conta corrente 960.000-0.”