sábado, 30 de abril de 2016

PARABÉNS!

textosinteressanteseatuais.blogspot.com

Aniversariantes de maio:

ANA: 2
ADRIANO: 24

sábado, 23 de abril de 2016

Curso de liderança juvenil

http://sn.ieab.org.br/

     "O ENUJAB 2015 foi um sucesso. Graças a entrega de cada jovem participante para ouvir o que o Senhor queria nos dizer através de “orAÇÃO”; e graças à oração das pessoas por este momento da juventude e ação das comunidades para viabilizar as passagens e inscrições destes participantes. Queremos agradecer a todos que se movimentaram para enviar os jovens ao ENUJAB.
     Àqueles que participaram presencialmente do sonho provincial chamado ENUJAB e ficaram com gostinho de quero mais: fiquem ligados. Em continuação ao planejamento de fortalecimento da juventude, estaremos divulgando, em breve, no nosso perfil de Facebook, inscrições para a participação..." CLIQUE AQUI

quarta-feira, 13 de abril de 2016

A Bíblia na barbearia: modos de interpretar as Escrituras

www.folhablu.com.br

     Fui ao barbeiro. Como nossa visão é seletiva, observei imediatamente que havia algumas edições diferentes das Escrituras nas prateleiras. Então, para estabelecer comunicação, já que era a primeira vez que eu ia ali, perguntei:
    - Você é católico ou evangélico?
     Eu já havia percebido que ele era evangélico, como de fato ele me perguntou, mas valia a pergunta. E ele replicou com uma pergunta congênere, à qual respondi:
     - Sou anglicano.
     E logo tive que ir explicando o que era a Comunhão Anglicana. Como era de se esperar, o camarada ficou meio sem entender que católico e protestante não são termos excludentes. Mesmo explicando que católica é uma propriedade da Igreja de Cristo, antes de ser o nome de uma denominação cristã.
     Perguntei, então, qual era a denominação cristã dele e ele me disse um nome que não guardei na memória, mas que logo entendi se tratar de um ministério local, independente de qualquer denominação cristã antiga. E ele foi logo me dizendo que a comunidade se fundamenta apenas no que está nas Escrituras “e nenhum líder é maior do que o que está no Texto Sagrado”, me confessou. Por isso, ele estudava diversas traduções da Bíblia, inclusive católicas. E, de fato, percebi que ele conhecia as Sagradas Escrituras, para além da compreensão literal que povoa a maioria das comunidades evangélicas.
     Então era a minha vez de falar. Confirmei que, na Comunhão Anglicana, a Bíblia é a principal autoridade, mas que sua interpretação se dá mediada por outras realidades, o famoso tripé teológico Bíblia – Tradição – Razão, já que não temos no texto todas as informações para compreender o que a própria passagem significa. Ele enganchou na palavra Tradição, mas depois de explicado, compreendeu e concordou. Como falei, ele estava muito além da tradicional interpretação que muitas comunidades evangélicas fazem da Bíblia.
     Sei que, se eu desdobrasse todos os termos a que pode chegar esse método de interpretação, ele pararia, estacionaria na concordância. É que, além de um modo de interpretar a Bíblia, ele está inserido numa tradição da qual não pode se desprender, que é a tradição evangélica neopentecostal estabelecida no Brasil.
     Aguardem cenas para as próximas idas ao barbeiro.


Professor Adriano Portela dos Santos

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Nasce comunidade anglicana na Bahia

     O Ponto Missionário da Ressurreição do Senhor é a mais nova comunidade anglicana localizada no município Feira de Santana, na Bahia. A primeira celebração oficial aconteceu no fim de tarde do último sábado (2), na residência da professora Ana Maria Magalhães Bastos (63), bairro Jardim Acácia e foi presidida pelo Reverendo Bruno Luiz Teles de Almeida.
Rev. Bruno Almeida fazendo a homilia

     16 pessoas participaram da missa, cantando e ouvindo as leituras bíblicas. Houve o momento para fazer os pedidos de oração, a saudação da paz e em seguida foi compartilhada a Santa Ceia. Logo após a benção final, o Rev. Almeida promoveu uma conversa interativa, onde resumiu a história e os fundamentos anglicanos. Ele respondeu as dúvidas do grupo sobre a doutrina anglicana.
Oração Eucarística com auxílio de Adriano Portela

     O motorista José Augusto Carneiro Teixeira (31) estava no culto e declarou “achei interessante pelo fato de estarmos mais próximos de Deus e também de nossos irmãos. É uma ligação com a fraternidade porque a religião é o amor de Deus entre as pessoas”.
Descontração depois do culto

     Para o Rev. Almeida, o encontro foi uma ocasião de alegria e a chance de realizar um sonho antigo em conseguir implantar o grupo na cidade. “A primeira vez que tinha imaginado isso foi em 2003, 2004. Acabou que não deu certo naquela época. Feira de Santana é a segunda maior cidade do nosso Estado e acho de extrema importância a presença anglicana, o nosso jeito, nosso ethos nessa cidade, para daqui a gente chegar no sertão”, completou.

Origem do Ponto Missionário

     A história do surgimento do Ponto começou no bairro Tomba, no período da Páscoa de 2015. O teólogo Adriano Portela e a esposa Renata começaram a mobilizar amigos, parentes e vizinhos com o objetivo de praticar ofícios nas tardes de sábado, nos lares. Dona Ana Bastos, que é amiga da família Portela há bastante tempo, foi uma das pessoas que ofereceu a própria casa para realizar alguns dos ofícios. 
     Portela, atualmente, é membro da Paróquia do Bom Pastor, em Salvador (BA). Ele aguarda o tempo necessário para que haja o reconhecimento da ordem e assim se tornar Presbítero da Diocese Recife (PE). 

Fotos e texto: Osvaldo Junior SRTE 3612 BA.

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Aniversariantes de abril

astrid-annabelle.blogspot.com

AÍDA: 2
ÂNGELA: 10

DIOCESE RECIFE: 19
ONÃ: 25
FAGNER E OSVALDO DA SILVA: 26