domingo, 31 de julho de 2016

Aniversariantes de agosto

capricho.abril.com.br

MOLLIE - 3
JORGE - 14
CALVANI - 17
OSVALDO TERCEIRO - 22
INGRIT - 29

FELIZ ANIVERSÁRIO!

sábado, 16 de julho de 2016

Dia Internacional da Mulher Afro-Latina-Americana e Caribenha

Câmara Municipal de Salvador (BA). Por www.tripadvisor.com.br

       "Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher Afro-Latina-Americana e Caribenha, comemorado no dia 25 de julho, o projeto Quintas Temáticas, promovido pela Superintendência de Políticas para as Mulheres (SPM), terá como mote "Mulher Negra Empreendedora". O evento, que acontece sempre na última quinta-feira do mês, será realizado no auditório do Centro de Cultura da Câmara Municipal de Salvador, na Praça Thomé de Souza, no dia 28, das 14h às 18h.
       O ciclo de debates será no estivo talk show, e tem como objetivo levar informação ao público sobre empreendedorismo, além de contar histórias inspiradoras de mulheres negras que conseguiram alcançar o sucesso. Os convidados serão a professora da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) Lúcia Leiro, autora do livro "Afrobrasilidades, Túnicas e Turbantes", a empresária Zenaide Pimentel, a artesã Anadil Caribé e duas representantes da Cooperativa de Trabalho Constelação das Artes. A mediação será realizada pela atriz Edvana Carvalho. O evento é aberto ao público e as inscrições podem ser feitas no local ou pelo telefone 3202-7309 ou 3202-7310.
       Marca da resistência - O Dia Internacional da Mulher Afro-Latina-Americana e Caribenha foi criado em 25 de julho de 1992, durante o I Encontro de Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-Caribenhas, em Santo Domingos, na República Dominicana. Desde então tornou-se uma marca da luta e da resistência da mulher negra de todo o mundo. No Brasil, este dia também reverencia Tereza de Benguela, uma importante líder quilombola do século 18, que após a morte do líder José Piolho, passou a comandar a estrutura política, administrativa e econômica do quilombo ao qual pertencia".

       Texto extraído de http://www.comunicacao.salvador.ba.gov.br/index.php/todas-as-noticias/48286-spm-vai-homenagear-o-dia-da-mulher-afro-latina-americana-e-caribenha.

domingo, 10 de julho de 2016

Jornada de Direitos Humanos e Democracia em Salvador (BA)

http://www.cese.org.br/nora-cortinas-participa-da-jornada-de-direitos-humanos-e-democracia/

     "A cofundadora da Associação Mães da Praça de Maio, da Argentina, Nora Cortiñas, estará em Salvador, Bahia, de 11 a 17 de julho, quando participará da Jornada de Direitos Humanos e Democracia. Durante esses dias, a defensora de direitos humanos estará com uma agenda de trabalho junto aos movimentos sociais de Salvador e receberá várias homenagens como reconhecimento e reverência a sua história de vida e de luta.
     Por toda sua atuação em defesa dos direitos humanos, Nora Cortiñas é uma referência para movimentos sociais de todo continente latino-americano. Sua história de luta, em busca de seu filho Gustavo, desaparecido na ditadura da Argentina, tornou-se a história de luta também de muitas mães. Juntas, elas iam até a Praça de Maio, em frente à Casa Rosada, residência do Governo, exigir respostas, dando voltas com seus lenços brancos, anunciando que nunca iriam desistir de procurar por seus filhos. Nascia assim, do inconformismo de Nora e das outras mães, o movimento das Mães da Praça de Maio. Até hoje, todas as quintas-feiras, as “madres” vão à praça para reivindicar justiça.
     A atividade é uma realização da rede Jubileu Sul Brasil, Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul (PACS) e Jubileu Sul/Américas. Conta com o apoio da ADUNEB, UNEB, UFBA/Pró-Reitoria de Extensão, MSTB – Guerreiras Sem Teto, CEAS, CESE, CÁRITAS Brasileira e Regional Nordeste 3, Pastoral da AIDS, SINDIPETRO, MST, LPJ, ODARA- Instituto da Mulher Negra, GTNM-BA, Quilombo Rio dos Macacos, AMACHA – Amigos da Chácara Santo Antonio, Vida Brasil, CPP e Movimento Médicos Pela Democracia". 
     Texto extraído do website da Coordenadoria Ecumênica de Serviço (CESE). Acesse a agenda completa CLICANDO AQUI.

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Boletim Paroquial 178

https://aquisefalaportugues.com/2015/09/14/pensando-com-a-mafalda/

"Assim eu vejo a vida
A vida tem duas faces
Positiva e negativa
O passado foi duro mas deixou o seu legado
Saber viver é a grande sabedoria
Que eu possa dignificar
Minha condição de mulher
Aceitar suas limitações
E me fazer pedra de segurança dos valores que vão desmoronando
Nasci em tempos rudes
Aceitei contradições, lutas e pedras como lições de vida e delas me sirvo
Aprendi a viver" - Cora Coralina

 
     O livre arbítrio possibilita se viver como coveiro (a) - que enterra sonhos, finalizador (a) - ou de ser parteiro (a) - que ajuda a trazer mais vidas, apoiador (a). E ainda acontece da vida ser um misto de ambos caminhos. Deus valoriza todas as vidas e deseja que nenhuma se desperdice. A partir disso pode-se querer multiplicar o amor divino em cada gesto, silêncio, palavra ou abraço.
     Amanhã, sábado (9), não perca a retomada do Cinema na Paróquia com a exibição do filme Transamérica, às seis da tarde. Haverá pipoca e conversa sobre o enredo. No 15ᵒ Domingo do Tempo Comum (10), a partir das 9h45, acontece mais um encontro na Bom Pastor. Traga o Livro de Oração Comum (LOC) e participe da celebração, Oração Eucarística e almoço comunitário. A refeição vai ser oferecida pelo aniversariante e mestre cuca Matheus Malandra. Fique a vontade para doar bebidas, sobremesas e sorrisos. Até lá! 
    Um fraterno e acolhedor abraço de nossa comunidade,



Paróquia Anglicana do Bom Pastor
End.: Rua Travasso de Fora, 92 - Bonfim - Salvador - Bahia – Brasil
Facebook:
https://www.facebook.com/paroquiaanglicana.bompastor
Pároco: Rev. Bruno Almeida, IEAB
(71) 8319-6998 (claro)
(71) 9129-4942 (tim)
Skype: revbruno.almeida

terça-feira, 5 de julho de 2016

Interior da Bahia recebe nova missão anglicana

Entrada
     Alagoinhas é o município baiano onde será instalada a Missão Anglicana Cristo Rei. O projeto irá funcionar no bairro Santa Terezinha e está sendo organizado pelo Diácono Glauber Jânio da Silva Santos. "Estou ansioso e ao mesmo tempo descansando no Senhor, porque as dificuldades são muitas e os desafios também. Estou recebendo ajuda das pessoas, que não imaginei que teria tanta, as pessoas chegam aqui e se oferecem", diz. 
     Mesmo antes de ser ordenado, o Reverendo Santos já pensava em começar um grupo anglicano na cidade. A chance de concretizar o desejo só foi possível quando os participantes do extinto Rotary Clube local decidiram, em acordo, emprestar a sede da entidade para os anglicanos. O imóvel cedido foi fundado em outubro de 1941 e recebeu o nome de Sede José Galdino Maia. Devido ao encerramento da associação em novembro de 2014, a estrutura foi desativada. 
     Após o término das atividades rotarianas em Alagoinhas, o Rev. Santos despertou interesse em utilizar o espaço. Quando tinha a oportunidade, ele conversava com antigos dirigentes do clube sobre a destinação da propriedade. Depois de encontros agendados entre ele, gestores e membros, os rotarianos resolveram entregar as chaves. "Eu falava com Glauber que não estava dormindo porque o Rotary estava entrando em decadência. Quando ele me procurou, eu quis conversar com os colegas rotarianos e eles apoiaram. Vieram conosco aqui e então abrimos com autorização jurídica", explica o Ex-Presidente Ailton de Castro Pereira (79).
     Com a licença para administrar a área, o Rev. Santos já coordenou um mutirão de limpeza, no início deste mês, em parte de uma das construções. As dependências dispõem de salão, cozinha, refeitório, quintal, sanitários, escritório, depósito, móveis, utensílios, além de duas edificações menores onde funcionava uma escola. Por causa da falta de manutenção, parte do telhado apresenta danos e surgiu mofo em algumas paredes. O abandono também ocasionou tentativas de invasão e até furto de objetos.
Salão principal

Área externa comum

     Apesar dos problemas estruturais e ausência de recursos que sejam suficientes para fazer a reforma, a Missão Cristo Rei tem recebido voluntários e palavras de incentivo nas redes sociais. Nesse momento inicial, até que a nova comunidade alcance condições de autonomia, ela vai utilizar o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) da Paróquia do Bom Pastor, na capital, com o objetivo de solucionar dificuldades financeiras e jurídicas. Logo que seja possível, a Missão pretende inaugurar uma escola de música e sala de informática.
Sala que irá abrigar a escola musical

Fotos e texto por Osvaldo Junior DRT 3612 BA.

domingo, 3 de julho de 2016