segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Boletim Paroquial nᵒ 204

Esta semana o Bispo Diocesano João Câncio Peixoto Filho desembarca na Bahia para cumprir agenda de compromissos em duas comunidades anglicanas.
Na sexta-feira (1ᵒ) Dom Peixoto preside a cerimônia onde o Diácono Glauber Santos é o candidato a ordem de Presbítero. O culto será realizado na Missão Cristo Rei, município de Alagoinhas, a partir das 7h da noite.


Já no sábado (2), o Bispo estará em Salvador para oficiar a ordenação da Ministra Pastoral Leiga Bianca Daeb’s ao ministério de Diaconisa. A celebração vai ser realizada às 4h da tarde, na capela do Cemitério dos Ingleses, que fica na Avenida 7 de Setembro, na Barra, trecho conhecido como Ladeira da Barra.


A visita do Reverendíssimo encerra na manhã do Primeiro Domingo do Advento (3) na Paróquia do Bom Pastor, bairro Ribeira. Durante a missa, que inicia às 9h45, acontece a instituição do Professor Cláudio Gomes da Silva ao cargo de Ministro Pastoral Leigo e, em seguida, será oferecido o almoço comunitário gratuito do mês. 

Um fraterno e acolhedor abraço de nossa comunidade,

Paróquia Anglicana do Bom Pastor
End.: Rua Travasso de Fora, 92 - Bonfim - Salvador - Bahia – Brasil
Facebook: https://www.facebook.com/paroquiaanglicana.bompastor
E-mail: anglicanosnabahia@gmail.com
Blog: http://www.anglicanosnabahia.blogspot.com
Pároco: Rev. Bruno Almeida, IEAB
Assessoria de Imprensa/ Arcediagado Sul – (BA, SE)
Osvaldo Junior, SRTE 3612 (BA)

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Câmara Episcopal

Imagem extraída de Pastoral Vocacional de Fortaleza - blogger

"Reunidos como Câmara Episcopal da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, 19ª Província da Comunhão Anglicana, presente neste país desde 1890, reunida nos dias 17 a 19 de Novembro de 2017, e diante da continua ameaça aos direitos humanos e ambientais promovida pelo Governo Federal, por deputados do Congresso Nacional e por decisões recentes do Supremo Tribunal federal, nos manifestamos, afirmando:

a. A Lei Trabalhista que entrou em vigor neste mês começa a..." LEIA MAIS.

domingo, 19 de novembro de 2017

Consciência Negra


"Ou seja, enquanto indivíduos brancos que reconhecem que a supremacia branca não tem razão de existir (branquitude) permanecem omissos no processo o privilégio destes e daqueles brancos que acreditam na brancura como condição ideal de ser humano (branquidade) é mantido, o que faz com que negros sem qualquer reconhecimento sobre seus valores culturais e sociais encontrem no processo de branqueamento a única forma de integração social (negridade), assim são impedidos de formar uma identidade negra positiva (negritude), baseada no resgate de valores individuais e coletivos em nome de uma nova percepção de si e do mundo social, perpetuando valores depreciativos e estereotipados que se arrastam ao longo dos anos." - Camila Moreira de Jesus, extraído de http://www.fespsp.org.br/seminario2014/anais/GT11/8_REFLEXOES_BRANQUITUDE.pdf.
Confira aqui a programação do Novembro Negro na Bahia.


Osvaldo da Silva Capinan Junior DRT 3612 BA
Assessoria de Comunicação
Arcediagado Sul Bahia/ Sergipe

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Boletim Paroquial nº 203

Imagem: Blasting News

“Um dia um padre me disse: “fora da igreja não há salvação”. Eu tinha onze anos de idade e alguma pureza interior. Acreditei, talvez por isso, nas palavras do homem santo. Homem feito, descobri que dentro dela também não há. Depois de ter caminhado por muitas trilhas voltei para a aldeia de meus pais e lá fui observar como viviam meus parentes. O pecado original não os afetou. Eles nunca precisaram de religião. Não se sentem culpados e ainda estão vivendo a harmonia do paraíso. Foi o que descobri. Descobri também que pecado e paraíso são frutos da cultura. Religião também o é. Ela serve para os que se deixam amedrontar por um fantasma chamado pecado e não percebem que o grande mal da humanidade foi distanciar-se de sua essência natural. No momento em que o ser humano colocou-se acima das outras coisas criadas decretou seu desligamento da teia da vida. Depois disso foi criando instituições para amenizar sua culpa correndo atrás de uma divindade que ele mesmo criou conforme sua imagem e semelhança. Embora não seja muito comum pensar nisso, creio que a redenção que o salvador trouxe foi relegada a umas poucas palavras esquecidas em partes poucas vezes lidas dos evangelhos.” - Por Daniel Munduruku (mestre em antropologia social), extraído de danielmunduruku.blogspot.com.
Neste domingo (5), 22º Domingo depois de Pentecostes, a Bom Pastor aguarda você, família e amigos para juntos estudarmos um evangelho livre de culpas e que valoriza as expressões culturais. A liturgia começa às 9h45 com acolhida. Também iremos cantar, orar, meditar nas leituras e participar da Oração Eucarística. Na sequência, acontece o almoço comunitário. Sinta-se livre para doar bebidas ou sobremesas.  

Um fraterno e acolhedor abraço de nossa comunidade,

Paróquia Anglicana do Bom Pastor
End.: Rua Travasso de Fora, 92 - Bonfim - Salvador - Bahia – Brasil
Pároco: Rev. Bruno Almeida, IEAB
Cel.: +55 71 9 9112-3193 
Skype: revbruno.almeida

Aniversariantes de novembro

Imagem: indiosnonordeste.com.br

Ilhéus:

RAFAELA: 4
SAFIRA: 8
JÚLIA: 14

Salvador:

JOÃO WYCLIF: 13
REV. JOSAFÁ: 17
LUCAS: 19
REBECA: 21